Você está aqui: Página Inicial / Institucional / CRA-PI / Palavra do presidente

Palavra do presidente

por CRA publicado 29/04/2015 16h25, última modificação 16/03/2018 18h01

 

Somos quase 4 mil profissionais da Administração no Piauí. Seremos bem mais!

É importante que façamos inicialmente algumas reflexões sobre o conceito de Administração:

Administração é um fenômeno social. Em qualquer época da humanidade podemos perceber princípios de Administração sendo aplicados. Muito embora de forma empírica ou intuitiva, sempre estiveram presentes. Imaginem as ações de logística e direção envolvidas na construção das pirâmides do Egito! Imaginem as técnicas de planejamento estratégico, liderança e comunicação dos exércitos clássicos! Tudo sem tecnologia sofisticada e sem teorias científicas. Tudo administrado no mais puro empirismo.

Mas a Administração se tornou ciência. Rica, com propósito multi e interdisciplinar, reuniu diante de si princípios da Matemática, do Direito, da Economia, da Sociologia, da Publicidade, da Contabilidade, da Psicologia... e até mesmo da Biologia! No pós Revolução Industrial, com as relações econômicas, sociais e trabalhistas tornando-se mais complexas, o empirismo puro e simples não mais era suficiente para as organizações. Pesquisa e método científico passaram, então, a gerar teorias, técnicas e melhores práticas a serem replicadas. De teorias que estudavam apenas tempos e movimentos, com foco em tarefas e numa concepção atômica, passou-se a estudar estruturas, pessoas, ambientes, sistemas, processos, tecnologias... de tal forma que construímos uma Ciência da Administração rica e eclética.

E Administração também é uma profissão regulamentada. E é por este motivo que estamos aqui hoje. Em 1965, quando promulgada a Lei 4.769, os legisladores entendiam que era necessário regulamentar uma profissão no país que pudesse formar profissionais que ocupassem postos de chefia e liderança na gestão pública. O contexto histórico apontava a transição de uma abordagem meramente burocrática da Administração Pública para uma abordagem gerencial – com funções de planejamento, organização e direção tão importantes quanto as de controle. E para regulamentar e fiscalizar o exercício legal da nova profissão e efetuar o registro de seus profissionais nos Estados, criou-se o Sistema CFA/CRAs que, sendo Conselho de Classe, autarquia federal, representa um braço do Estado na garantia da prestação de serviços de qualidade para a sociedade – entendendo-se por qualidade o emprego da técnica e método adequados e dentro do padrão ético desejado. E isto precisa ficar claro! Conselhos de Classe existem para dar garantias a seus profissionais, mas muito mais garantias para a sociedade.

Mas voltemos à primeira afirmação deste discurso: por quê podemos ser tantos mais profissionais da Administração no Piauí e não o somos? No Estado temos mais de 30 cursos superiores em Administração que ao longo das últimas décadas formaram pelo menos 15 mil bacharéis em Administração. No Brasil, temos mais de 3 milhões de egressos de cursos de Administração e menos de 10% deste número registrados ao Sistema. Compreender este fenômeno e desenvolver estratégias para criar um sentimento de identidade coletiva será uma das missões principais deste CRA/PI. E sabemos que contaremos com apoio total do CFA, sobretudo com informações vindas do Onecad – Observatório Nacional dos Egressos dos Cursos de Administração – projeto do CFA que fornecerá estatísticas fundamentais para análise do Sistema.

E o que esta nova Diretoria do CRA/PI pensa e planeja para a instituição ao longo dos próximos 10 meses? Temos capacidade, vontade, equipe, parcerias e, acima de tudo, disponibilidade. Estaremos (na verdade já estamos!) presentes no dia a dia do Conselho atuando diretamente com os colaboradores e fazendo gestão. Gestão de verdade com eficiência e transparência!

Em 2018, quatro grandes projetos estratégicos serão lançados. O primeiro, revolucionário, é a implantação do SIFA (Sistema Integrado de Fiscalização e Autoatendimento). O segundo, um grande presente para os profissionais da Administração do Piauí, o Convênio com o CRA-RJ e a viabilização de 300 cursos de capacitação gratuitos e on line, para profissionais registrados e adimplentes junto ao CRA/PI, através da Universidade Corporativa do Administrador. O terceiro projeto é a criação de Comissões Setoriais Permanentes – organismos vivos e dinâmicos dentro do Conselho, atuando em áreas estratégicas e específicas, desenvolvendo projetos, debates acadêmicos e profissionais, organizando eventos, representando o Conselho e, quem sabe no futuro, colocando e recolocando profissionais no mercado. Já criamos as Comissões de Gestão Pública, Gestão de Pessoas, Gestão em Saúde, Gestão Condominial e Mulher ADM, com seus líderes já anunciados (Prof. João Aírton Porto, Admª Elizete Alves, Tecngª. Aryadynna Feitosa, Tecngª. Fran Abreu e Admª. Lya Nery). O quarto projeto, este mais ousado, será uma evolução do nosso projeto da Anuidade Custeada (ora no forno sendo aperfeiçoado!) – trata-se de um programa de recompensas para os profissionais de Administração do Piauí, o CRA+.

Ainda desenvolveremos eventos estratégicos: o V Fórum de Gestão Pública do Piauí (Fogespi), o VI Encontro de Professores e Coordenadores de Cursos de Administração do Piauí (Eprocad), o 14º Encontro dos Profissionais da Administração do Piauí (Enapi), além de Seminários Regionais de Administração em cidades de norte a sul, de outros eventos ao longo do mês do Administrador e da criação das Terças ADM, encontros que acontecerão neste Auditório, na terceira terça-feira de cada mês, com a presença de profissionais e empresários apresentando experiências e suas relações com a ciência da Administração (sob coordenação do Adm. Rodolfo Gallas).

Não posso esquecer do total apoio que temos tido do CFA, através dos ilustres amigos (e vascaínos!) Adm. Carlos Henrique Mendes, vice presidente, e Adm. Wagner Siqueira, presidente. Apostamos e confiamos nos projetos em curso do Código Brasileiro de Administração, atualizações do CBO, do já mencionado Onecad, dos trabalhos junto ao Congresso, do Índice de Governança Municipal (IGM), do Programa de Certificações Profissionais pela FGV, dentre tantos outros. Inclusive já solicitamos a vinda de membros das Câmaras do CFA para apresentarem estes relevantes projetos para a comunidade piauiense.

Muitos outros agradecimentos devem ser feitos. Aos Diretores Admª. Jucilea e Adm. Rhubens, aos presidentes de Comissões Adm. Ravi e Adm. Miguel, a nossos colaboradores (Adm. Aluysio, Carol, Leonardo, Adm. Malcon, Admª. Rúbia, Juliana e Carmelita), à equipe de assessores, a nossos colegas profissionais da Administração, aos estudantes e professores que vem se mobilizando na Academia, aos Conselheiros efetivos e suplentes (especialmente os 5 suplentes que tiveram o compromisso e a coragem de assumirem nos últimos dias), aos ex presidentes, aos ex conselheiros, aos ex colaboradores, aos delegados regionais, às instituições que já demonstraram interesse em firmar parceria conosco, a nossas famílias (pelo amor e presença) e à Deus, que é o grande Administrador do Universo.

Muito obrigado! Ao trabalho!

Publicações